poema-circuito*


Alimentar a esperança é a mais sofisticada metáfora da vida.



Seu sorriso entristece à tarde como os bicos-de-papagaio.


Vaga-lumes cochicham segredos nos olhos da minha amada.


Com as mãos aprisionadas construí uma casa de palavras.





*Todos os textos, publicações e imagens desta página são da autoria de Branco Di Fátima. A reprodução é permitida livremente desde que acompanhada pelos créditos do autor.